sexta-feira, 14 de agosto de 2009

A história dos Pingüins


"Uma grande curiosidade sobre os pingüins é sua fidelidade conjugal: eles costumam passar a vida inteira com o mesmo parceiro. O pingüim quando escolhe sua parceira, só tem relação com ela até seus últimos dias, é fiel, e caso um morra 1º que o outro, ele não arruma mais ninguém.Todos os anos, a partir do mês de agosto, eles começam a namorar. Esse é o mês em que o sol retorna, e começa o ciclo reprodutivo dos pingüins. Surge o fenômeno da construção dos ninhos, que é muito interessante. Eles têm dezesseis semanas para escolher um lugar e construir um ninho. O ninho é feito com pedrinhas; o problema é que o pingüim carrega uma só pedrinha por vez e, quando começa o namoro, a situação é meio caótica - é uma corrida para construir os ninhos o mais rápido possível.Os pingüins trabalham durante dezesseis semanas, vinte e quatro horas por dia, sem parar um minuto, transportando pedrinhas para fazer o ninho.É um trabalho engraçado porque há vezes em que eles descobrem um monte de pedrinhas e não adianta nada, pois só carregam uma de cada vez. Quando alguns casais mais afoitos, mais apaixonados, descobrem muitas pedrinhas em algum lugar, saem os dois juntos para pegá-las de duas em duas; o problema é que, neste caso, ninguém fica cuidando do ninho e, ao retornarem, outros pingüins já roubaram tudo."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

amor eterno

amor eterno

min ha mãe

min ha mãe
minha vida...obrigado por tudo que a senhora fez e faz por mim.te amo mãe